Benvindo(a), visitante! [ Registar | Login

 

VAGA : AMI – Coordenador Adjunto de Projeto – Guiné-Bissau

  • Cidade: Bissau
  • Estado: Guinea-Bissau
  • País: Guinea-Bissau
  • Criado: 05/11/2019 22:21
  • Expira: This ad has expired
logoAmi_

Descrição

A AMI é uma Organização Não Governamental portuguesa, privada, independente, apolítica e sem fins lucrativos. Desde a sua fundação, a 5 de Dezembro de 1984, a AMI assumiu-se como uma organização humanitária inovadora em Portugal, destinada a intervir rapidamente em situações de crise e emergência e a combater o subdesenvolvimento, a fome, a pobreza, a exclusão social e as sequelas de guerra em qualquer parte do Mundo.

O/A candidato/a selecionado/a irá integrar a Missão da Fundação AMI na Guiné-Bissau, na Região de Quinara.
A intervenção na Região de Quinara iniciou em Maio de 2014 e visa “Contribuir para a disponibilidade de serviços de saúde de proximidade às grávidas e crianças menores de 5 anos da Região Sanitária de Quinara”.

Objetivos do posto de trabalho

O Coordenador Adjunto de Projeto deve acompanhar e implementar as atividades do projeto de Saúde Comunitária presentemente a ser implementado pela AMI na Região de Quinara, na Guiné-Bissau.

Deverá ainda assessorar o Coordenador de Projeto e o Chefe de Missão em todos os âmbitos respeitantes ao sucesso da implementação do projeto e da representação da AMI na Guiné-Bissau.

Funções e responsabilidades

– Coordenação Vertente Saúde:
– Gestão e Implementação das atividades do projeto;
– Apoio à gestão financeira do projeto;
– Apoio na seleção e preparação de equipas locais;
– Gestão, Formação, Supervisão e Avaliação da equipa local afeta ao projeto;
– Compilação, tratamento e análise dos dados estatísticos do projeto;
– Monitoria e avaliação dos resultados e objetivos do projeto;
– Elaboração de relatórios mensais e trimestrais de projeto, para a sede e para financiadores;
– Participação em grupos de trabalho relacionados coma área de saúde comunitária no país;
– Representação da AMI, juntamente com Coordenador do Projeto e/ou com o Chefe de Missão (reuniões com entidades sempre que necessário);
– Apoio no estabelecimento de contactos, elaboração e/ou apresentação de projetos a financiamento;
– Apoio na elaboração de relatórios e documentos internos destinados à sede da AMI em Lisboa.

Perfil pretendido

Requisitos obrigatórios:
– Formação superior na área das ciências sociais ou saúde e/ou experiência profissional na área da Cooperação para o Desenvolvimento;
– Experiência em projetos de Cooperação para o Desenvolvimento;
– Experiência de trabalho/voluntariado em países em desenvolvimento;
– Capacidade de adaptação a contextos isolados e condições adversas;
– Capacidade de trabalho em equipa
– Domínio de ferramentas Office (Word; Excel; PPT)

Requisitos preferenciais:
– Experiência prévia na Guiné-Bissau;
– Conhecimentos de gestão financeira;
– Capacidade de dinamização comunitária;
– Experiência na área de formação;

Exemplos de funções a cargo do Coordenador Adjunto do Projeto:
– Assegurar a gestão adequada de stock de materiais, medicamentos e consumíveis;
– Planificar e acompanhar a formação de novos Agentes de Saúde Comunitária (ASC);
– Planificar e acompanhar a reciclagem mensal de conhecimentos dos ASC;
– Acompanhar e supervisionar o trabalho dos Supervisores do projeto e dos ASC;
– Analisar os dados da região ao nível da saúde comunitária e elaborar relatórios sobre os mesmos;
– Acompanhar as reuniões mensais de planeamento e operacionalização regional para a saúde comunitária realizadas pela Direção Regional de Saúde;
– Apoiar a planificação e acompanhar as reuniões mensais de operacionalização da saúde comunitária com os ASC;
– Apoiar na gestão de incentivos baseados em performance para a promoção das PFE aos ASC;
– Apoiar e participar na monitorização descentralizada da cobertura dos serviços dos centros de saúde da região;
– Apoiar e participar na microplanificação regional anual da Direção Regional de Saúde;
– Apoiar na definição de estratégias para a melhoria dos indicadores de saúde comunitária da região;

Condições

– Início de funções: Imediata. Partida para a missão o mais breve possível.
– Duração: 6 meses a 1 ano, com possibilidade de renovação.
– Local de trabalho: Guiné-Bissau, região sanitária de Quinara, cidade de Buba.
– Condições oferecidas: Pacote de benefícios tabelado, que inclui mensalmente: ajudas de custo e subsídio de alimentação. É também disponibilizado alojamento e seguro internacional durante todo o período em missão. A Fundação AMI assegura a viagem de início e fim da missão.

Processo de seleção

Os interessados deverão preencher o formulário no site https://ami.org.pt ou enviar currículo e carta de motivação em Português para angela.pedroso@ami.org.pt

Por motivos de urgência a vaga será preenchida assim que se encontrar o perfil adequado. Após ser selecionado, o voluntário deverá partir para o terreno o mais rapidamente possível. Só serão consideradas candidaturas completas. Só serão contactados os candidatos selecionados para entrevista.

Mais informações aqui : https://ami.org.pt

 

Referencia do anúncio: 7345dc1f5d3eca5e

Denunciar um abuso ou situação

Processing your request, Please wait....

Sponsored Links

Deixe Comentário

You must be logged in to post a comment.