Benvindo(a), visitante! [ Registar | Login

 

VAGA : AVSF/OGD – Seis (06) Animadores (as), Bolama, Guiné-Bissau

  • Cidade: Bolama
  • Estado: Guiné-Bissau
  • País: Guiné-Bissau
  • Criado: 10/01/2020 23:06
  • Expira: 7 dias, 9 horas
logo_AVSF-fr

Descrição

Seis (06) Animadores (as)

Para a implementação do projeto «Melhoria das condições socio-económicas das populações das Ilhas de Bolama, das Galinhas e Caravela, através do apoio à criação de rendimentos, do auto-emprego e da mobilidade ».

CONTEXTO

1/ Apresentação da AVSF

Agronomes et Vétérinaires Sans Frontières (AVSF) é uma associação de solidariedade internacional reconhecida de utilidade pública, que intervém desde 1977 no apoio à agricultura do campo.
Graças a esse apoio, as famílias deixam de sofrer de fome, os camponeses vivem da sua terra e do seu gado, as comunidades preservam o ambiente, as organizações conseguem alimentar a população e defender os seus direitos.

A AVSF apoia e acompanha as comunidades rurais e organizações de camponeses do mundo inteiro no combate à pobreza, colocando à sua disposição os meios necessários para acederem à autonomia alimentar e económica.
A associação os ajuda disponibilizando profissionais da agricultura, da pecuária e da saúde animal. Estes profissionais fornecem aos pequenos camponeses, conselho técnico e financeiro, formação para a melhoria das suas condições de vida, em gestão durável dos recursos naturais e de participação no desenvolvimento sócio-económico dos seus territórios.

Atualmente, 500 milhões de famílias camponesas produzem 70% da alimentação mundial. A agricultura do campo que nós defendemos é deste modo indispensável para responder aos desafios alimentares, ambientais, climáticos e de emprego no meio rural.

A norte como a Sul, a AVSF defende as suas convicções:

  • A fome, a Pobreza e a exclusão social não são uma fatalidade.

A AVSF dá aos pequenos camponeses os meios necessários para conquistarem a sua autonomia alimentar e económica, graças à sua própria produção, em vez de permanecer dependente ou sob assistência.

  • A agricultura do campo constitui uma das soluções para alimentar o mundo.

Mais de 500 milhões de famílias camponesas produzem 70% da alimentação mundial e alimentam as cidades e aldeias. A AVSF intervém para estruturar, reforçar as capacidades, o profissionalismo e a autonomia, afim que elas controlem o próprio desenvolvimento e possam assim defender melhor os seus interesses.

  • Os camponeses podem e devem viver das suas terras

A AVSF implementa ações que permitam às famílias camponesas obter um rendimento digno, proveniente do seu próprio trabalho agrícola/pecuária na sua própria terra.
Agronomes et Vétérinaires Sans Frontières (AVSF), está ativa no Senegal há mais de 20 anos nos domínios da agricultura, pecuária, ambiente e das diferentes fileiras. A estrutura está presente na região de Kolda, Louga, St-Louis e Matam através da implementação de vários projetos no terreno.

2/ Apresentação da OGD

A OGD – Organização Guineense para Desenvolvimento, é uma Organização Não Governamental, sem fins lucrativos, fundada em outubro de 2014, por uma equipa de técnicos nacionais após a cessação das atividades da ONG SNV. A missão da OGD é de promover alternativas de desenvolvimento sustentáveis e adaptadas ao contexto, facilitar o acesso e o desenvolvimento de conhecimentos, capacidades, serviços e oportunidades de forma sistémica que possam permitir as comunidades melhorar as suas condições de vida, tornando-se produtivas e utilizando de forma racional e sustentável os recursos e meios de que dispõem. Para concretizar a sua missão, a OGD intervém em duas áreas: Acesso a serviços básicos e Produção Rendimento e Emprego.
Para cumprir com a sua missão, a OGD tem estado a implementar projetos comunitários nos setores de Agricultura, Agua Saneamento e Higiene e Educação em diferentes localidades da Guiné-Bissau.

3/ Apresentação do projeto

No seguimento das missões de identificação efetuadas, a AVSF começa as suas atividades na Guiné-bissau em 2020 com o projeto « Melhoria das condições socioeconómicas das populações das Ilhas de Bolama, das Galinhas e Caravela », financiado pela Comissão Europeia. O projeto é conduzido em parceria com a ONG guineense OGD (Organização Guineense de Desenvolvimento) e tem como objetivo melhorar as condições de vida das populações da região de Bolama e Bijagós e reforçar a participação das organizações de sociedade civil guineenses no desenvolvimento inclusivo e durável dos seus territórios, através da promoção de iniciativas produtivas e de comercialização (fileira das hortaliças, amendoim, avicultura e piscicultura), o desenclavamento das populações e articulação com os poderes públicos, enquanto autoridades e serviços de apoio técnico.

DESCRIÇÃO DO POSTO

Designação do posto : Animador de terreno
Local / zona de intervenção : Região de Bolama-Bijagós dos setores administrativos de: Caravela: Caravela, Carache, Nago et Chedea
Bolama: Bolama-Centro, Bolama de Baixo et Ilha das Galinhas
Duração : 12 meses com possibilidade de renovação até 60 meses
Data de incio desejável : 01 Março de 2020
Tipo : Assalariado local
Rémuneração : De acordo com a grelha salarial da organização.

Detalhes do Posto:

Sob supervisão do chefe de projeto do AVSF, o animador será encarregado de assegurar a animação e a mobilização da população beneficiária alvo nas zonas de intervenção em torno dos objetivos do projeto.
Neste quadro, as principais missões do aniamdor, sob supervisão direta do responsável do projeto, serão:
– Assegurar a animação para o reforço das organizações de produtores (OP) da castanha de cajú, avicultores, saúde animal, transformação do pescado e horticultores respondendo as exigências fixadas pelo projeto.
– Assistir os responsáveis das OP no seu funcionamento quotidiano (principalmente no domínio do associativismo).
– Animar/Assistir as OP na implementação de um serviço de comercialização associativo das produções hortaliças, amêndoas de caju, transformação do pescado, respondendo as exigências dos mercados alvos (qualidade, conservação…)
– Animar/assistir as OP na implementação de um serviço de transporte comunitário.
– Animar/assistir os beneficiários e os responsáveis das OP na implementação de um plano de produção que responda as exigências dos mercados alvos e assegurar as formações nas técnicas de produção (horticultura) de criação de aves e de transformação (pescado e caju).
– Animar/assistir os responsáveis das OP na implementação de uma unidade de transformação da castanha de caju, de pescado e de alimentação animal.
– Animar/assistir os responsáveis das OP na implementação de todos os serviços de apoio aos produtores membros (enquadramento na produção, desenvolvimento de novas atividades etc.)
– Animar/assistir os responsáveis das OP na implementação de todos os serviços de apoio as atividades de criação animal das OP alvos (principalmente ligadas a avicultura e saúde animal).
Facilitar localmente a execução de todas as ações das equipas da AVSF e OGD.
– Animar/assistir os responsáveis das OP na mobilização social no quadro da implementação ads atividades no terreno, principalmente na criação de infraestruturas.
– Animar/assistir os beneficiários no quadro da implementação das unidades de transformação de produtos locais (cajú e pescado).
Animar/assistir os beneficiários no quadro da implementação de perímetros de horticultura.
– Elaboração de relatórios narrativos mensais simples sobre as atividades efetuadas.
Em resumo, o animador (a) deverá se posicionar como conselheiro técnico dos beneficiários e dos responsáveis das OP parceiras intervindo numa primeira fase sob supervisão do responsável de projeto.
Ele (a) irá beneficiar no quadro da execução das suas tarefas, de um enquadramento preciso do responsável de projeto da AVSF que define os seus objetivos e plano de trabalho. E igualmente do apoio de toda a equipa técnica do projeto.
Ele (a) deve assegurar que haja uma boa relação e coordenação das atividades do projeto com os outros intervenientes do sector e da zona (serviços técnicos estatais, outras ONG’s ou projetos, etc…) e informar regularmente o responsável de projeto de todas as evoluções do ambiente institucional na zona de intervenção.

CONDIÇÕES
Posto com base nas ilhas de :
– Caravela: Caravela, Carache, Nago et Chedea (2 postos)
– Bolama: Bolama-Centro, Bolama de Baixo e Ilha das Galinhas (4 postos)
Com deslocações frequentes aos escritórios de Bolama e Bissau.

PERFIL
Formação em animação rural ou outras formações ligadas ao posto.
– Experiencia em apoio as organizações camponesas de base.
– Experiencia em estratégias de armazenamento/comercialização de produtos alimentares.
– Experiencia nas áreas ligadas ao projeto (certificados exigidos).
– Experiencia no acompanhamento das OP de base na implementação de ação piloto sobre avicultura.
– Experiencia no enquadramento de perímetros hortícolas.
– Experiencia na mobilização social para trabalhos de interesse comum.
– Capaz de trabalhar em equipa
– Capaz de trabalhar sob pressão.
– Línguas: Português falado e escrito (Obrigatório) e crioulo da Guiné Bissau.

CANDIDATURAS
Os Candidatos interessados podem endereçar as suas candidaturas (carta de motivação manuscrita e CV) com as referências “Animador de terreno Bolama e ilhas” antes do dia 31 de Janeiro 2020, através de:
– Por correspondência: AVSF, Coordination Nationale, BP 64 514, Dakar-Fann; ou OGD, Rua Eduardo Mondlane s/n (Descida de Forçado) – Bissau.
-Por e-mail : a.sarr@avsf.org ,sylbiagui@gmail.com e ogdbissau@gmail.com
(OBS : As cartas manuscritas digitalizadas serão aceites)

Termos de Referência aqui : Animador-Bolama-e-Ilhas.pdf

 

Referencia do anúncio: 3285e190368c4805

Denunciar um abuso ou situação

Processing your request, Please wait....

Sponsored Links

Deixe Comentário

You must be logged in to post a comment.