Benvindo(a), visitante! [ Registar | Login

 

Vaga : Técnico(a) de Estatística e Avaliação (TEA), Bissau, Guiné-Bissau

  • Cidade: Bissau
  • Estado: Guinea-Bissau
  • País: Guinea-Bissau
  • Criado: 10/05/2019 11:23
  • Expira: This ad has expired
Foundaçao_fec

Descrição

FUNÇÃO: Técnico(a) de Estatística e Avaliação (TEA)
LOCALIZAÇÃO: Guiné-Bissau (Bissau)
PRAZO ENTREGA CANDIDATURA : 20 de Maio de 2019
DURAÇÃO : junho – agosto 2019

CONTEXTO
A Fundação Fé e Cooperação (FEC), instituição com estatuto de utilidade pública, é uma
Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), reconhecida pelo Ministério
Português dos Negócios Estrangeiros. Conta com financiamentos da Cooperação Portuguesa,
Fundação Calouste Gulbenkian e de organismos internacionais, como União Europeia, UNICEF,
entre outros.
A FEC foi criada pela Igreja Católica em 1990. Atua em Angola, Guiné-Bissau, Moçambique e
Portugal, apoiando ainda projetos noutros países lusófonos e ações em países de outras línguas
(Sudão, Iraque). Nestes países, pauta-se pela missão de “promover o desenvolvimento humano
integral através da cooperação e solidariedade entre pessoas, comunidades e Igrejas”.
No Plano Estratégico 2017-2021, a FEC defende uma abordagem holística e integrada das suas ações,
visando o desenvolvimento sustentável. A sua concretização passa por três eixos estratégicos de
transformação social:
1) Educação, Conhecimento e Competências;
2) Boa Governação e Advocacia
3) Cidadania Global e Desenvolvimento Sustentável.

No eixo Educação, Conhecimento e Competências apostamos na formação e qualificação dos
profissionais de áreas sociais: professores, educadores de infância e diretores de escola, pais e
educadores, agentes de desenvolvimento comunitários, enfermeiros e agentes de saúde comunitária.
A educação está na base do desenvolvimento humano integral e é um pilar fundamental para a
construção de sociedades mais justas e equitativas. Gera conhecimento e desenvolve competências
fundamentais para o acesso ao emprego e empreendedorismo, gerando rendimentos e inovação.
Na Guiné-Bissau, trabalhamos na educação há mais de 15 anos, abrangendo todos os níveis de
ensino, da educação de infância ao ensino superior e, transversalmente, nas áreas de gestão e
administração escolar e Língua Portuguesa, com atenção à dimensão de educação inclusiva e equidade
de género.

No eixo Boa Governação e Advocacia, apostamos na capacitação em gestão e assessoria técnica às
organizações da sociedade civil, para que estas possam desempenhar a sua missão de forma mais
eficiente e impactante junto das comunidades. Sociedades democráticas e justas precisam de atores
de desenvolvimento (públicos, privados, sem fins lucrativos e sociedade civil) competentes e
mobilizados para o bem comum e políticas justas e inclusivas.

No eixo Cidadania Global e Direitos Humanos, propomos mais ações de compromisso com a
transformação social e com os Direitos Humanos. Uma efetiva e real proteção das crianças por parte
do Estado e uma maior consciencialização dos Direitos da Criança por parte de educadores e
cuidadores são duas abordagens que estão presentes na nossa ação.
A FEC aposta na advocacia e influência política junto dos decisores políticos, no trabalho em rede
com atores locais e internacionais e na recolha de dados que fundamentem as recomendações e
propostas que apresenta juntos de decisores.

OBJETIVO GERAL DA FUNÇÃO

O Técnico de Estatística e Avaliação (TEA), sob supervisão do Gestor de Programa da Educação
(GPROG EDUC), é responsável pela execução dos processos de diagnóstico, monitorização e
avaliação desenvolvidos no âmbito do Programa de Educação na Guiné-Bissau, para além da gestão
do processo de recolha, tratamento e análise de dados.

POSIÇÃO NA ORGANIZAÇÃO
• Reporta organizacionalmente ao GPROG EDUC;
• Em situações previamente definidas com o GPROG EDUC articula com os Gestores de Projeto
(GPROJ).

DEVERES & RESPONSABILIDADES

A) Diagnóstico, monitorização e avaliação de programas e processos de trabalho
• Em articulação com o GPROG EDUC, concebe, supervisiona e implementa modelos de
diagnóstico e avaliação, incluindo os instrumentos de recolha de informação;
• Acompanha atempadamente, sob supervisão do GPROG EDUC, os resultados das
atividades, segundo os indicadores e os instrumentos de monitorização e avaliação das
mesmas;
de Monitorização e Avaliação (SMA), nomeadamente aqueles que constituem o Dossiê
Técnico Pedagógico utilizado no âmbito da intervenção da FEC;
• Organiza e apresenta mensalmente relatórios e cronogramas das atividades desenvolvidas;
• Participação nos processos reflexivos e troca de experiências/ideias sobre a intervenção,
facilitando a disseminação das melhores práticas e lições aprendidas entre os colaboradores
dos projetos e os parceiros, de maneira a ir ao encontro dos requisitos de qualidade exigidos
pela FEC e pelos doadores;
• Assegura a boa organização do(s) dossiê(s) técnico(s) das atividades relacionadas com a sua
área de atuação, para que seja possível a consulta rápida de todo e qualquer documento físico
ou digital produzido no âmbito da intervenção.

D) Comunicação e imagem
• Apoia a implementação de atividades constantes no plano de comunicação da FEC para a
Guiné-Bissau, com artigos para publicação no web site e newsletter da FEC e recolhe,
cataloga e arquiva fotografias sobre a intervenção;
• Cumpre os requisitos dos financiadores em matéria de comunicação;
• Colabora na criação de condições para promover o bom-nome da instituição junto da
comunidade, público-alvo e parceiros da FEC.

E) Produtos esperados e data de apresentação
• Instrumentos de diagnóstico, monitorização e avaliação definidos e catalogados em todas as
áreas de intervenção;
• Dados e indicadores recolhidos e registados em formato digital, de acordo com o Sistema de
Monitorização e Avaliação definido;
• Relatórios de monitorização e avaliação nas datas definidas pelo acordo de
parceria/financiamento.

ESPECIFICAÇÃO PESSOAL
Aptidões
• Consciência intercultural;
• Vocação para o aperfeiçoamento constante;
• Capacidade de auto-motivação e autoaprendizagem;
• Criatividade e habilidade para trabalhar com recursos limitados;
• Boa capacidade de decisão;
• Capacidade de gestão de recursos humanos e de gestão do tempo;
• Trabalhar em equipa e comunicar eficazmente com colegas nacionais e expatriados;
• Capacidade de trabalhar sob pressão, autonomamente e com supervisão reduzida;
• Orientado para a obtenção quotidiana de resultados;
• Capacidade de adaptação a meios inóspitos;
• Flexível no desempenho das suas funções;
• Carta de condução de veículos ligeiros e motociclos (preferencial).
Conhecimento
• Formação Superior em Gestão, Estatística, Ciências Sociais e Humanas ou com experiência
comprovada em funções similares;
• Microsoft Office, incluindo programas de base de dados e de tratamento estatístico (Excell, SPSS
– valorizado);
• Domínio da Língua Portuguesa falada e escrita;
• Conhecimento da realidade social e cultural da Guiné-Bissau (preferencial);
• Conhecimento da realidade educativa nos PALOP (preferencialmente Guiné-Bissau).
Experiência
• Trata e sistematiza em forma de ponto de situação e/ou relatório a informação quantitativa
e qualitativa relativa às iniciativas de diagnóstico e avaliações desenvolvidas em todo o
Programa;
• Identifica necessidades de intervenção e elabora recomendações para a melhoria contínua
dos processos de trabalho e avaliação, incluindo as necessidades de formação específicas dos
recursos humanos afetos às iniciativas avaliadas;
• Elabora, reformula e implementa os instrumentos de medição dos indicadores da eficácia,
eficiência e impacto da intervenção, com o GPROG EDUC;
• Analisa e dá retorno, supervisionado pelo GPROG EDUC, aos documentos relacionados
com o Programa, nomeadamente pontos de situação e/ou relatórios narrativos, de forma a
garantir que são realizados de acordo com os requisitos dos financiadores;
• Organiza e participa nas missões de monitorização e avaliação (intercalares e final) de todo
o Programa.

B) Análise Estatística

• Concebe, supervisiona e implementa instrumentos de recolha de dados estatísticos;
• Trata e sistematiza em forma de ponto de situação e/ou relatório a informação recolhida a
nível estatístico.

C) Desenvolvimento técnico e administrativo da intervenção

• Implementa e supervisiona a implementação dos calendários de atividades de monitorização
e avaliação, respeitando a sua coerência global;
• É responsável, em articulação com o GPROG EDUC, pela organização, catalogação e
atualização dos instrumentos de diagnóstico, monitorização e avaliação utilizados no Sistema
• Experiência em diagnóstico, monitorização e avaliação de projetos;
• Experiência de trabalho no setor da educação e da formação (preferencial);
• Experiência de trabalho em países em desenvolvimento, em especial países africanos (pelo
menos 1 ano).

Compromisso

• Compromisso com a luta contra a pobreza;
• Compromisso com a filosofia de trabalho da FEC, nomeadamente a Doutrina Social da Igreja;
• Respeito pelo direito e valores internacionais que estão subjacentes à Declaração Universal dos
Direitos do Humanos e outros congéneres;
• Compromisso com a capacitação das instituições locais baseada no respeito mútuo e no princípio
de parceria;
• Disponibilidade para viajar no país de intervenção, nomeadamente nas regiões previstas nos
projetos, ou outras, de acordo com as necessidades.

TERMOS & CONDIÇÕES

Carga horária e horário
Tempo completo (40 horas semanais, flexíveis em função das necessidades).

 

Para mais detalhes, visite o site : http://www.fecongd.org/colabore-connosco/

Sem Equiteca

837 visualizações totais, 3 hoje

  

Referencia do anúncio: 2165cd55f1ccd813

Denunciar um abuso ou situação

Processing your request, Please wait....

Sponsored Links

Deixe Comentário

You must be logged in to post a comment.