Benvindo(a), visitante! [ Registar | Login

 

VAGA : OMS – Responsável de Relações Externas (Roster Guinea Bissau)

  • Cidade: Bissau
  • Estado: Guiné-Bissau
  • País: Guiné-Bissau
  • Criado: 20/11/2020 21:22
  • Expira: 10 dias, 11 horas
logo-oms

Descrição

Responsável de Relações Externas (Roster Guinea Bissau)

• Organização: OMS – Organização Mundial de Saúde
• Local : Bissau (Guinea-Bissau)
• Nivel : P-3, International Professional – Internationally recruited position – Mid level
• Prazo de candidatura : 05-12-2020

Objectivos do programa

A unidade de relações externas do Escritório de País reforçará a posição do mesmo na mobilização de recursos, acções de sensibilização e parcerias com os parceiros relevantes, incluindo entidades não estatais. O Responsável de Relações Externas exercerá a função de assessor principal ao Representante da OMS e ao respectivo Escritório de País nas actividades de mobilização de recursos, acções de sensibilização e parcerias. Enquanto membro essencial da Equipa da Direcção do Escritório de País, o Responsável de Relações Externas irá gerir a coordenação, expansão, desenvolvimento e supervisão do financiamento e das parcerias associadas ao Escritório de País.

Finalidade do Cargo:

Ao nível nacional, o titular do cargo deverá elaborar e implementar um plano de mobilização de recursos para o país com base nas necessidades manifestadas nos planos de apoio ao mesmo; Fazer pesquisas sobre doadores existentes e potenciais; elaborar e apresentar propostas, briefings aos doadores, relatórios e informações actualizadas; garantir o cumprimento dos requisitos da OMS e dos doadores. Coordenar as actividades em geral e do dia-a-dia para assegurar um financiamento rápido e sustentável à implementação eficaz dos planos de apoio ao país e garantir a apresentação de relatórios rigorosos e oportunos.

Resumo das funções atribuídas

serão atribuídas ao titular do posto algumas ou todas as seguintes responsabilidades, que serão executadas conforme necessário e apropriado ao programa.

  1. Elaborar e implementar um plano de acção inovador de mobilização de recursos para o Escritório de País, para garantir o financiamento sustentável das actividades principais e de emergência.
  2. Investigar os interesses e as condições de candidatura a financiamento dos principais doadores e de outras fontes de financiamento para o país. Elaborar e apresentar propostas, briefings aos doadores, relatórios e informações actualizadas para garantir a comunicação oportuna e rigorosa de informações;
  3. Manter relações com os parceiros através de abordagens inovadoras (p. ex., apresentar briefings trimestrais aos doadores); comunicar de forma concisa, clara e convincente a orientação estratégica anual/bienal da OMS; contribuir proactivamente nas negociações para agilizar os acordos com os doadores;
  4. Supervisionar as actividades gerais relacionadas com a mobilização de recursos, gestão de subvenções, necessidades e lacunas de financiamento, e os processos de adjudicação. Manter os cronogramas e os marcos dos projectos; analisar a informação sobre as actividades dos projectos e monitorizar os progressos para as metas estabelecidas, recorrendo a diversas bases de dados de gestão de projectos;
  5. Articular-se com os Escritórios Regionais para garantir as autorizações necessárias, incluindo autorizações jurídicas e financeiras para propostas e acordos com os doadores antes da sua assinatura.
  6. Gerir múltiplas tarefas ao longo do ciclo de vida do projecto; monitorizar as taxas de implementação e os prazos para a apresentação de relatórios e garantir que as actividades e as despesas estão alinhadas com os termos e condições estabelecidos nos acordos individuais com os doadores; trabalhar em estreita colaboração com os funcionários técnicos e das unidades de compras, logística e RH para monitorizar a implementação geral dos projectos no Escritório de País.
  7. Articular-se com agências de coordenação no país para garantir que o Escritório de País participa em actividades de mobilização de recursos ao nível de todo o sistema e que colabora eficazmente com os funcionários dos Fundos Comuns Nacionais para assegurar o financiamento a partir destas fontes;
  8. Em coordenação com o Responsável de Comunicação, utilizar eficazmente os produtos de comunicação para informar os doadores sobre o sector da saúde, as estratégias e o trabalho da OMS para incentivá-los a financiar a resposta global do sector da saúde às populações afectadas e as propostas e planos estratégicos da OMS;
  9. Desempenhar quaisquer outras funções pertinentes, conforme exigido pelo supervisor.

PERFIL DE RECRUTAMENTO

Educação (Habilitações):

Essencial: Licenciatura em Ciências Sociais, Relações Internacionais, Ciências Políticas, Administração de Empresas, Comunicação, Marketing, Gestão ou Economia de uma instituição acreditada/reconhecida.

Desejável: Estudos específicos em mobilização de recursos, criação de parcerias, e estudos sobre desenvolvimento e/ou trabalho humanitário. Formação em recolha de informação sobre doadores, redacção de propostas e gestão geral de projectos.

Experiência:

Essencial: Pelo menos cinco anos de experiência a nível nacional e internacional em mobilização de recursos e relações externas. Realizações documentadas em actividades de mobilização de recursos

Desejável: Experiência na OMS, noutras agências da ONU ou numa área equivalente. Experiência de trabalho em contextos de emergências.

Aptidões e competências funcionais:

  • Excelentes competências interpessoais, organizativas e de representação, com capacidade comprovada para facilitar e reforçar o envolvimento e a colaboração com toda uma variedade de parceiros internos e externos.
  • Sucesso comprovado na mobilização de recursos, complementado com a capacidade de conceptualizar ideias e promover o consenso.
  • Excelentes capacidades analíticas e de escrita.
  • Integridade, tacto e discrição.
  • Capacidade para trabalhar e atingir os objectivos sob pressão.

Competências

  1. Comunicação
  2. Garantir a utilização eficaz dos recursos;
  3. Criar e promover parcerias em toda a Organização e não só;
  4. Produzir resultados
  5. Trabalho de equipa

Línguas:

Essencial: Excelente conhecimento de Inglês

Desejável: Bom conhecimento pratico de Francês e/ou do Português

REMUNERAÇÃO

A OMS oferece um atraente pacote de remuneração que inclui, entre outros, um salário anual líquido de 60,962 dólares americanos (sujeito a deduções para contribuição para pensões e seguro de saúde), prestações de dependência, plano de pensões, seguro de saúde e 30 dias de férias anuais.

INFORMAÇÃO ADICIONAL

– Esta vaga pode ser utilizada para preencher um cargo semelhante no mesmo grau.

– Só serão contactados aqueles cujas candidaturas forem seriamente consideradas.

– Um teste escrito poderia ser usado como forma de rastreio.

– Se a sua candidatura for seleccionada para uma entrevista, ser-lhe-á pedido que produza antecipadamente um cópia

digitalizada do atestado, diploma ou certificado exigido para o cargo.

A OMS considera apenas os diplomas de ensino superior obtidos numa instituição acreditada ou reconhecida na Base de Dados Mundial de Instituições de Ensino Superior (WHED), sendo a lista de instituições reconhecidas actualizada pela Associação Internacional de Universidades (IAU) ou pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). A lista pode ser acedida em http://www.whed.net/. Alguns certificados profissionais ou patentes podem não ser incluídos no WHED, e serão, portanto, serão considerados caso a caso.

– Todas as nomeações/extensões devem estar em conformidade com o Estatuto do Pessoal, as Regras do Pessoal e o Manual da OMS.

– Para informações sobre as operações da OMS, por favor visite: http://www.who.int.

– A OMS está empenhada na diversidade no seio do seu pessoal.

– A OMS é um ambiente não fumador . A Organização não recruta utilizadores de tabaco sob qualquer forma seja ele qual for.

  • A OMS possui uma política de mobilidade que pode ser encontrada no seguinte link: http://www.who.int/employment/en/.

Os candidatos recrutados da OMS para um cargo internacional estão sujeitos à mobilidade e podem ser designados para qualquer atividade ou posto de serviço da Organização em todo o mundo.

– As candidaturas de mulheres e nacionais de Estados não-membros, bem como sub-representados, são particularmente encorajadas.

Mais informações e candidaturas aqui : https://careers.who.int

 

Compartilhar !

0Shares
0 0
Referencia do anúncio: 3525fb833796c057

Denunciar um abuso ou situação

Processing your request, Please wait....

Sponsored Links

Deixe Comentário

Você deve estar logado para publicar um comentário.